Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

AuToCaRaVaNiStA

Portal AuToCaRaVaNiStA http://www.autocaravanista.pt Coordenador jbmendes

AuToCaRaVaNiStA

Portal AuToCaRaVaNiStA http://www.autocaravanista.pt Coordenador jbmendes

MÉRIDA - ES



HISTÓRIA


MÉRIDA A CIDADE ROMANA


Emérita Augusta, capital da antiga Lusitania, nasce por expresso desejo do imperador Augusto no ano 25 a. de C., como lugar de descanso de seus soldados das Legiões V e X. Ocupou o centro geográfico e político de uma ampla zona peninsular e chegou a ser uma das principais metrópoles da Hispania Romana. Os Visigodos depois da queda do Império a conquistaram, e sobre ela, reutilizando espaços e materiais edificaram outra suntuosa urbe que brilho igualmente por seu esplendor e magnificencia.

Séculos mas tarde, depois da tomada da cidade pelos muçulmanos, Merida foi arrasada e seus edifícios públicos e religiosos desapareceram. Os árabes a fortaleceram notavelmente, adicionando-lhe torres albarranas que levantaram sobre basamentos romanos. Por tudo isso, o recinto urbano é um campo arqueológico de primeira categoria, devido aos restos das civilizações sobrepostas, que os alicerces das cidade guardam zelosamente.

Hoje Mérida é um mosaico de culturas e civilizações e ao mesmo tempo uma próspera e calma cidade, que merece uma web específica que mostre ao mundo, o esplendor de seu passado e a realidade de seu presente, como capital da Região Autônoma de Extremadura. Fonte: http://www.badajozcapitalenlafrontera.com/merida_portugues.htm

MÉRIDA - ES



HISTÓRIA


MÉRIDA A CIDADE ROMANA


Emérita Augusta, capital da antiga Lusitania, nasce por expresso desejo do imperador Augusto no ano 25 a. de C., como lugar de descanso de seus soldados das Legiões V e X. Ocupou o centro geográfico e político de uma ampla zona peninsular e chegou a ser uma das principais metrópoles da Hispania Romana. Os Visigodos depois da queda do Império a conquistaram, e sobre ela, reutilizando espaços e materiais edificaram outra suntuosa urbe que brilho igualmente por seu esplendor e magnificencia.

Séculos mas tarde, depois da tomada da cidade pelos muçulmanos, Merida foi arrasada e seus edifícios públicos e religiosos desapareceram. Os árabes a fortaleceram notavelmente, adicionando-lhe torres albarranas que levantaram sobre basamentos romanos. Por tudo isso, o recinto urbano é um campo arqueológico de primeira categoria, devido aos restos das civilizações sobrepostas, que os alicerces das cidade guardam zelosamente.

Hoje Mérida é um mosaico de culturas e civilizações e ao mesmo tempo uma próspera e calma cidade, que merece uma web específica que mostre ao mundo, o esplendor de seu passado e a realidade de seu presente, como capital da Região Autônoma de Extremadura. Fonte: http://www.badajozcapitalenlafrontera.com/merida_portugues.htm

MÉRIDA - ES



HISTÓRIA


MÉRIDA A CIDADE ROMANA


Emérita Augusta, capital da antiga Lusitania, nasce por expresso desejo do imperador Augusto no ano 25 a. de C., como lugar de descanso de seus soldados das Legiões V e X. Ocupou o centro geográfico e político de uma ampla zona peninsular e chegou a ser uma das principais metrópoles da Hispania Romana. Os Visigodos depois da queda do Império a conquistaram, e sobre ela, reutilizando espaços e materiais edificaram outra suntuosa urbe que brilho igualmente por seu esplendor e magnificencia.

Séculos mas tarde, depois da tomada da cidade pelos muçulmanos, Merida foi arrasada e seus edifícios públicos e religiosos desapareceram. Os árabes a fortaleceram notavelmente, adicionando-lhe torres albarranas que levantaram sobre basamentos romanos. Por tudo isso, o recinto urbano é um campo arqueológico de primeira categoria, devido aos restos das civilizações sobrepostas, que os alicerces das cidade guardam zelosamente.

Hoje Mérida é um mosaico de culturas e civilizações e ao mesmo tempo uma próspera e calma cidade, que merece uma web específica que mostre ao mundo, o esplendor de seu passado e a realidade de seu presente, como capital da Região Autônoma de Extremadura. Fonte: http://www.badajozcapitalenlafrontera.com/merida_portugues.htm

MÉRIDA - ES



HISTÓRIA


MÉRIDA A CIDADE ROMANA


Emérita Augusta, capital da antiga Lusitania, nasce por expresso desejo do imperador Augusto no ano 25 a. de C., como lugar de descanso de seus soldados das Legiões V e X. Ocupou o centro geográfico e político de uma ampla zona peninsular e chegou a ser uma das principais metrópoles da Hispania Romana. Os Visigodos depois da queda do Império a conquistaram, e sobre ela, reutilizando espaços e materiais edificaram outra suntuosa urbe que brilho igualmente por seu esplendor e magnificencia.

Séculos mas tarde, depois da tomada da cidade pelos muçulmanos, Merida foi arrasada e seus edifícios públicos e religiosos desapareceram. Os árabes a fortaleceram notavelmente, adicionando-lhe torres albarranas que levantaram sobre basamentos romanos. Por tudo isso, o recinto urbano é um campo arqueológico de primeira categoria, devido aos restos das civilizações sobrepostas, que os alicerces das cidade guardam zelosamente.

Hoje Mérida é um mosaico de culturas e civilizações e ao mesmo tempo uma próspera e calma cidade, que merece uma web específica que mostre ao mundo, o esplendor de seu passado e a realidade de seu presente, como capital da Região Autônoma de Extremadura. Fonte: http://www.badajozcapitalenlafrontera.com/merida_portugues.htm

Pág. 4/4

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

    Arquivo

    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2014
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2013
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2012
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2011
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2010
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2009
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2008
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2007
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2006
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D